Como pensar estrategicamente no momento de abrir uma empresa de arquitetura

Em primeiro lugar, você precisa pensar se acha necessário ir em busca de um sócio para abrir uma empresa. Analise a sua quantidade de clientes e a sua demanda, em primeiro lugar – porque ter um sócio implica sempre nos dois lados, o bom e o ruim. Além disso, certifique-se de já ter trabalhado em uma empresa de arquitetura como funcionário – pois, começando “de baixo” é que você saberá como tudo realmente funciona, para poder, então, comandar alguma coisa. Estagie, trabalhe no setor de vendas, que seja, ou como gerente de setor, vá subindo de cargos até se tornar um sênior para, então, pensar em abrir a sua própria empresa.

Todo arquiteto deseja, em algum momento da vida, em algum ponto de sua carreira, ter o mérito total por aquilo que faz; poder estampar seu próprio logo, sua própria marca, poder assinar um trabalho sem estar “escondido” por trás da imagem de uma empresa. O grande desafio, no entanto, para quem quer abrir uma empresa, é pensar fora da caixa.

Existe, também, uma certa barreira para aquelas pessoas que não são líderes natos, que não sabem administrar. Neste caso, o ponto de partida para superar este obstáculo é reconhecer isso – porque existem profissionais que não admitem que não sabem administrar. É necessário coragem, realmente, para admitir algo assim. Mas, se você consegue isto, além de conquistar o respeito de outros profissionais, você está apto a correr atrás de conseguir esta habilidade – porque não há nada que não possa ser aprendido, a menos que o indivíduo não queira. Então, uma vez que você admitiu que precisa alcançar esta habilidade, é hora de ir atrás de alguém que tenha esta habilidade e que possa de ajudar. Alguém confiável, que entenda muito do assunto e que você tenha certeza que irá lhe auxiliar da melhor forma que puder. Você também precisa confiar na sua capacidade. Nada que comece com um pensamento
derrotista, de “eu não consigo” tem perspectiva de evolução.

Veja também:  Como inovar sua imagem no âmbito da arquiteturaPor que a propaganda boca a boca também é importante

Oportunidade

Tags: